Olympique Lyonnais – FC Porto 1-1 (Crónica)

2 meses ago
58

Resultante da amarga derrota no Estádio do Dragão, a 2º mão dos oitavos de final da Liga Europa não previa menor dificuldade ao FC Porto. Muito para além do obstáculo francês, a missão dos Dragões encarregava uma manobra tática rigorosa de Sérgio Conceição. O desgaste físico do calendário e as diversas contrariedades levaram o técnico portista a colocar no onze inicial apenas 5 habituais titulares.

O início da primeira parte começa de forma intermitente do FC Porto. Uma posse de bola reduzida, pouco controlo do meio-campo e uma pressão pouco eficiente mantiveram o Lyon superior a nível tático. Ao minuto 12, com a defesa do FC Porto desalinhada Dembelé aproveita a ocasião para fazer 1-0 no marcador colocando os dragões em piores lençóis.

A reação ao golo sofrido por parte dos portistas foi bastante positiva. Numa bela jogada de contra-ataque, Fábio Vieira cruza para a grande área e Pepê finaliza espetacularmente à meia-volta. Um golaço a colocar o placard empatado. A melhoria substancialmente do meio-campo portista permitiu uma melhor consistência posicional no controlo do ataque francês, levando o resultado empatado para o segundo tempo.

Na segunda parte, os Dragões ressurgiram do balneário um pouco mais proativos na agressividade e nos índices anímicos. Porém, estava clara a necessidade de mexer com o xadrez do jogo para ferir o adversário. Com a lesão de Bruno Costa e a saída de Eustáquio, Uribe e João Mário entraram no terreno de jogo. Contudo a toada de jogo permaneceu com uma maior posse de bola dos comandados de Sérgio Conceição. No entanto, o segundo golo era fulcral para levar o jogo para prolongamento e as entradas perto do minuto 80 de Evanilson, Taremi e Vitinha demonstraram isso mesmo.

No entanto, nem depois de uma bela oportunidade desperdiçada por Vitinha nos instantes finais o resultado alterou-se. Os comandados de Sérgio Conceição nunca foram suficientemente incisivos para dar a volta à desvantagem no agregado. Assim, o FC Porto termina a sua passagem na Liga Europa com um empate azedo em solo francês.

SIGA-NOS

Nas redes sociais

Notícias relacionadas

em destaque

Marche quer jogar mais, mas garante querer «o melhor para o clube»

Titular durante toda a competição, Marchesín consagrou-se também como vencedor da Dobradinha e estava naturalmente feliz no final do encontro. No entanto, o guarda-redes argentino...

2

Mbemba: «Seja qual for o meu futuro serei sempre portista»

3

Jornalista francês afirma: Diretor do PSG reuniu-se com Conceição

4

Namaso aborda o futuro: «Vamos ver o que acontece»