SAD deverá necessitar de realizar outra venda

4 meses ago
262

A transferência de Luis Díaz para o Liverpool não será suficiente para o FC Porto completar o exercício contabilístico de 2021/22. Os gastos e as despesas que os dragões possuem irão exigir um novo encaixe extraordinário para evitar novos prejuízos significativos.

Em Outubro, o CFO do FC Porto, Fernando Gomes, garantiu que os dragões iriam necessitar de realizar pelo menos um encaixe de 50 milhões de euros em mais-valias. Como é público, Luis Díaz foi transferido por 45 milhões de euros, numa operação que deverá gerar mais-valias a rondar os 30 milhões de euros.

Neste momento, a SAD tem ainda que contar com a despesa extraordinária de 9 milhões de euros na investida por Galeno, que são brevemente abatidas pela taxa de empréstimo de Sérgio Oliveira e pela venda de Tecatito Corona. Naturalmente, existe a forte expectativa que a AS Roma vá avançar para a contratação definida de Sérgio Oliveira, mas mesmo nesse cenário a estrutura não atingiria o valor apontado como objetivo mínimo por Fernando Gomes.

Com o atual cenário, é muito provável que o FC Porto parta em busca de realizar um novo encaixe significativo até ao final do mês de Junho. Os jogadores mais valiosos dos quadros do clube – como Otávio, Evanilson, Vitinha, Fábio Vieira… -, surgem naturalmente como principais candidatos para concluir uma operação de tal magnitude.

SIGA-NOS

Nas redes sociais

Notícias relacionadas

em destaque

Marche quer jogar mais, mas garante querer «o melhor para o clube»

Titular durante toda a competição, Marchesín consagrou-se também como vencedor da Dobradinha e estava naturalmente feliz no final do encontro. No entanto, o guarda-redes argentino...

2

Mbemba: «Seja qual for o meu futuro serei sempre portista»

3

Jornalista francês afirma: Diretor do PSG reuniu-se com Conceição

4

Namaso aborda o futuro: «Vamos ver o que acontece»