• Notícias
  • Sérgio Conceição e o cansaço: «Não podemos agora encontrar desculpas»

Sérgio Conceição e o cansaço: «Não podemos agora encontrar desculpas»

3 meses ago
98

Com apenas dois treinos entre a Lazio e a deslocação a Moreira de Cónegos, Sérgio Conceição realizou hoje no Olival a conferência de imprensa de antevisão a nova jornada da Liga Portugal. O técnico analisou o Moreirense de Sá Pinto, mas também comentou a resposta que os jogadores menos utilizados têm dado em campo numa altura tão apertada do calendário.

Qualidade do Moreirense

«É uma equipa sempre difícil de defrontar, principalmente a jogar em casa. Foi assim nos últimos anos para o FC Porto, mas estamos preparados para as dificuldades. O Moreirense é uma equipa forte fisicamente, até pelas condições do estádio e pelas medidas do campo, e sente-se confortável a jogar em casa, além de ter bons jogadores a nível individual. Cabe-nos desmontar a tentativa de uma boa organização defensiva por parte do Moreirense e ganhar os três pontos nesta batalha importante na nossa caminhada».

Calendário intenso e capacidade de resposta

«Independentemente da dificuldade do terreno ou do adversário, cabe-nos resolver isso. Somos uma equipa que luta por um objetivo, que é o campeonato, e não podemos agora encontrar desculpas para isto ou para aquilo. Confiamos no nosso grupo de trabalho e os jogadores estão todos preparados. Um bom exemplo disso foi o jogo com a Lazio. Aqui não há ninguém que se chame titular, há é quem tenha mais ou menos minutos».

Ausência de Pepe

«É o nosso capitão, é um jogador experiente, com grandíssima qualidade e muito importante no balneário, mas já faz parte da trupe e vai connosco para estágio».

Distância para o Benfica

«Enquanto for matematicamente possível, os clubes nunca estão fora da luta. Temos de fazer o nosso trabalho, olhar para nós e para a nossa equipa para chegarmos ao fim do campeonato e termos pelo menos mais um ponto do que o segundo. Em cada jogo vamos dar o nosso melhor para conseguir os três pontos. Temos muita confiança em nós e no nosso trabalho, mas somos realistas e sabemos que estamos a disputar o campeonato com dois rivais fortes. Estamos atentos aos outros, mas sabemos que dependemos de nós próprios»

SIGA-NOS

Nas redes sociais

Notícias relacionadas

em destaque

Marche quer jogar mais, mas garante querer «o melhor para o clube»

Titular durante toda a competição, Marchesín consagrou-se também como vencedor da Dobradinha e estava naturalmente feliz no final do encontro. No entanto, o guarda-redes argentino...

2

Mbemba: «Seja qual for o meu futuro serei sempre portista»

3

Jornalista francês afirma: Diretor do PSG reuniu-se com Conceição

4

Namaso aborda o futuro: «Vamos ver o que acontece»