• Exclusivo
  • Toni Martinez: a afirmação de quem nunca se conformou

Toni Martinez: a afirmação de quem nunca se conformou

3 meses ago
31

Decisivo em 5 das últimas 9 jornadas da Liga NOS, Toni Martinez afirma-se como figura de destaque na reta final de campeonato do FC Porto. Uma surpresa para muitos, mas apenas mais uma história de quem desde muito cedo foi apontado ao estrelato, mas que também precocemente aprendeu a sair dos buracos para onde era atirado.

No arranque do mercado de verão de 2020 desde cedo se deu como certo que Martinez seria reforço do FC Porto. Foram meses de notícias escritas em jornais sempre a apontar para o mesmo, mas a verdade é que só no penúltimo dia de mercado é que a especulação se confirmou. Uma história que não merece ficar na gaveta e que explica bem a personalidade e perseverança do ponta de lança espanhol.

Numa negociação complicada entre partes desconfiadas – após Pedro Gonçalves ter sido desviado para Alvalade -, o negócio de Toni Martinez demorou a desenrolar. Apesar da quantia envolvida não ter sido significativa, as partes foram duras nas conversações e, a custo, chegaram a um acordo.

Estamos, à data destes acontecimentos, no início do mês de setembro. Finalmente havia fumo branco e Toni Martinez foi autorizado a ausentar-se do treino e deslocar-se à cidade Invicta. Realizou exames médicos na parte da manhã e à tarde foi ao Estádio do Dragão para assinar o contrato. Para surpresa do mesmo, ao ler os documentos que iria assinar, a sua agência não estava englobada no negócio. Tudo desabou ali. Não se comprometeu com aqueles acontecimentos, o ambiente gelou e, chegado o final do dia, regressou a Famalicão.

Um dia de sonho transformou-se em pesadelo. Ninguém o soube, mas Martinez esteve ali, a conhecer o Estádio que tanto desejava há vários meses. E saiu de mãos vazias. O espanhol regressou ao seu universo, voltou aos treinos e atuou frente ao Benfica, uma exibição muito criticada na altura e que poucos entenderam a razão. Compreensível. A novela arrastou-se e não havia cedências. Até que Toni cansou-se. Segunda feira, começa o treino e decide que a situação não poderia seguir daquela forma. Abandonou o treino e foi direto aos escritórios da administração. Entrou, retaliou, argumentou e pediu justiça a si e a quem sempre geriu a sua carreira.

Toni chamou à razão quem se esqueceu que no meio dos interesses estava uma pessoa a ver os seus sonhos destruídos e exposto a trabalhar sem as mínimas condições psicológicas. Pouco tempo depois, Toni Martinez regressou ao Dragão para finalmente assinar o contrato que tanto ambicionou. Tal como noutras ocasiões, onde foi dispensado ou relegado para situações complicadas, o espanhol agarrou-se como podia e atingiu o que pretendia.

Sendo assim não é estranho perceber porque Martinez nunca desistiu durante toda a temporada, mesmo tendo poucas oportunidades. E também não é estranho perceber que quando conseguiu, aproveitou e mostrou o seu valor e a razão de ter chegado ao Futebol Clube do Porto.

PS: Nas fotografias de oficialização publicadas na época pelo FC Porto, Toni Martinez surge com peças de roupa diferentes, confirmando que o evento se repetiu em datas distintas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

SIGA-NOS

Nas redes sociais

Notícias relacionadas

em destaque

Dossier Fernando Andrade explicado

Fora da apresentação oficial do plantel do FC Porto para a temporada que se avizinha e com viagem marcada rumo à Arábia Saudita, foram hoje...

2

Processo Min Jae é para avançar

3

Min Jae abre o livro

4

Oficial: Porto anuncia contratação de Léo Borges