Wendell: «Espero continuar com a tradição de grandes laterais»

1 mês ago
63

Foi com um enorme sorriso e uma satisfação indisfarçável que Wendell se mostrou ao vestir pela primeira vez a camisola azul e branca do FC Porto. O lateral esquerdo falou pela primeira vez enquanto jogador portista e mostrou-se rendido à grandeza do clube, ambicionando ficar na história do mesmo.

«Sou grato a Deus por esta oportunidade, por estar num grande clube. Estou muito feliz, muito motivado, ainda mais depois de ouvir o presidente. Este clube tem tanta história, tantos bons jogadores já passaram por aqui e é muito gratificante ouvir isto, saber que vou jogar com grandes jogadores, que vou ter grandes referências que me podem ajudar a evoluir. O treinador, tal como todas as pessoas envolvidas no futebol, todos os adeptos também, fizeram deste um clube tão gigante como é o FC Porto. Então, só tenho de agradecer a Deus, começar a treinar para começarmos a festejar e conquistarmos títulos, dar o melhor pelo FC Porto e pelos adeptos, que é o mais importante. Estou mesmo muito feliz por trabalhar com o treinador, com o presidente, tudo o que eu disser é muito pouco para a grandeza do clube, dos adeptos e de tudo o que envolve o FC Porto», afirmou Wendell.

O jogador brasileiro comentou ainda a tradição de outros grandes laterais esquerdos seus compatriotas: «Espero poder continuar com esta tradição de grandes laterais esquerdos que têm jogado no FC Porto, como o Alex Sandro e o Alex Telles, agora posso também fazer a minha história aqui. Espero poder fazer igual ou até melhor que eles. O Alex Telles é um amigo com quem joguei um ano no Grémio e ele deu-me as informações todas, seja do clube, do treinador ou dos colegas de equipa, e isso motivou-me e deixou-me muito mais seguro para só pensar em jogar e dar o meu máximo. Acompanhei o último jogo frente ao Famalicão e vi jogadores de grande qualidade, como o Pepe e o Otávio. São jogadores que dão tudo dentro de campo, o Pepe é um exemplo a seguir aqui, sempre que eu o vejo a jogar, motivo-me. Há dois anos joguei aqui contra o FC Porto e vi como os adeptos e os jogadores se comportam, então espero poder ajudar o máximo possível, temos um grupo e um treinador muito fortes e espero fazer uma grande temporada e conquistar títulos, que é o mais importante».

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

SIGA-NOS

Nas redes sociais

Notícias relacionadas

em destaque

Porto resiste a abrir mão por Zaidu

Alvo de uma ofensiva turca nos últimos dias, a equipa portista terá resistido ao forte assédio por parte do Fenerbahçe por Zaidu. Quem o avança é...

2
zaidu

Zaidu mais perto de sair por empréstimo

3

Zaidu continua com mercado

4

Processo de Rodrigo Fernandes explicado